//NOVEMBRO – MÊS DA COMUNHÃO DOS SANTOS

NOVEMBRO – MÊS DA COMUNHÃO DOS SANTOS

Durante este mês rezemos pelas Almas do Purgatório.

Quando rezais o Terço, dizei depois de cada mistério: “Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as alminhas to das para o Céu, principalmente aquelas que mais precisarem”.  (Pedido de Nossa Senhora aos pastorinhos de Fátima em 13 de Julho de 1917).

 

O que significa a expressão comunhão dos santos?

Indica, antes de mais, a participação de todos os membros da Igreja nas coisas santas: a fé, os sacramentos, em especial a Eucaristia, os carismas e os outros dons espirituais.

Na raiz da comunhão está a caridade que «não procura o próprio interesse», mas move o fiel «a colocar tudo em comum», mesmo os próprios bens materiais ao serviço dos pobres.

Designa ainda a comunhão entre as pessoas santas, isto é, entre os que, pela graça, estão unidos a Cristo morto e ressuscitado. Alguns são peregrinos na terra; outros, que já partiram desta vida, estão a purificar-se, ajudados também pelas nossas orações; outros, enfim, gozam já da glória de Deus e intercedem por nós. Todos juntos formam, em Cristo, uma só família, a Igreja, para louvor e glória da Trindade.

O que é o purgatório?

O purgatório é o estado dos que morrem na amizade de Deus, mas, embora seguros da sua salvação eterna, precisam ainda de purificação para entrar na alegria de Deus.

Como podemos ajudar a purificação das almas do purgatório?

Em virtude da comunhão dos santos, os fiéis ainda peregrinos na terra podem ajudar as almas do purgatório oferecendo as suas orações de sufrágio, em particular o Sacrifício eucarístico, mas também esmolas, indulgências e obras de penitência.

                                                                                                                        Do Catecismo da Igreja Católica (Compêndio).

By | 2017-11-18T15:15:33+00:00 Novembro 18th, 2017|Artigo|0 Comments