Constatamos que há, ainda, tanta gente pobre de afecto, de saúde, de habitação, de alimentação, de trabalho, agravado em muitos casos pela distância da família, pelos salários baixos, pensões baixas, apenas rica no sofrimento.