Se o nosso pai fosse um Deus à nossa maneira era uma coisa incrível. Ele conceder-nos-ia todos os nossos desejos.

Acabaríamos com as guerras e a pobreza e as injustiças num instante. Em resumo, aboliríamos o pecado.

(E depois também pediríamos uma vida confortável para toda a gente.)

Já vê o leitor que abolir o pecado é impossível. Nem o nosso Deus faz isso.

De maneira que o melhor é pedir a Deus que se faça cumprir a sua vontade a nosso respeito.